Osteopatia

Osteopatia

A Osteopatia foi criada pelo médico Americano, Dr. Andrew Taylor Still em 22 de junho de 1874. De lá pra cá, muita coisa mudou, visto que foram 146 anos de evolução tanto para as civilizações e suas tecnologias bem como para a própria Osteopatia.

Com os avanços tecnológicos e científicos, mais pesquisas abordando as técnicas osteopáticas foram realizadas, mesmo com a dificuldade de aplicar nos estudos os conceitos filosóficos que nos diferem dos outros métodos, que é tratar a pessoa e não a doença, ou seja, a aplicação da Osteopatia é diferente de uma pessoa para outra, mesmo que estas relatem os mesmos sintomas. WhatsApp Image 2020-07-27 at 15.30.57 (3)

Apesar do avanço das pesquisas e comprovações da eficácia das técnicas, a Osteopatia ainda utiliza a mesma ferramenta para os tratamentos desde sua criação, as mãos. Com as mãos, o fisioterapeuta avalia e trata os mais variados tecidos corporais que se apresentem disfuncionais, ou seja, com algum tipo de alteração da sua condição fisiológica, normal.

A abordagem Osteopática integra cinco modelos:

1-  Modelo Biomecânico-estrutural: considera o corpo com seus componentes somáticos, como músculos, ossos, articulações, tendões, ligamentos, fascias, etc. Disfunções desse sistema afetam a estrutura articular, a propriocepção, o gasto energético, a função neurovascular e o metabolismo.

2- Modelos Respiratório/circulatório: contempla a manutenção do ambiente intra e extracelular. Alterações neste sistema afetam o fluxo ou a circulação de qualquer fluído corporal, compromentendo a imunidade e a saúde.

3- Modelo Neurológico: considera a influência e participação dos componentes medulares, sistema nervoso autonomo, nocicptores e sistema neuroendócrino. Tem importante relação entre os sistemas somático e visceral.

4- Modelo Biopsicosocial: considera a influência dos fatores ambientais, socioeconômicos, culturais, psicológico e fisiológico. Quando o sistema musculo-esquelético expressa as emoções em forma de aumento de tensão muscular e consequente sobrecarga esquelética, que com o tempo causam dores.

5- Modelo Bioenergético: o organismo humano, procura manter o equilíbrio entre a produção, distribuição e gasto energético. Por isso a manutenção desse equilíbrio é vital para favorcer as habilidades do corpo em adaptar-se aos estressores físicos, imunológicos, psicológicos, nutricionais, e assim manter sua alostase.

WhatsApp Image 2020-07-27 at 15.30.57 (6)

Assim, a Osteopatia integra o conhecimento dos cinco modelos para avaliar e tratar as disfunções encontradas em cada indivíduo, que com a aplicação de técnicas específicas como fasciais, articulares, viscerais, cranianas entre outras, realiza-se o tratamento osteopático.

Quer saber mais sobre a osteopatia? Envie sua pergunta, ficaremos felizes em responder você.

Seu nome (obrigatório)

Seu e-mail (obrigatório)

Assunto

Sua mensagem